Alfred Hitchcock Apresenta

Alfred Hitchcock Apresenta foi ao ar originalmente entre 1955/61. Dirigida e apresentada pelo consagrado diretor de cinema Alfred Hitchcock, levou para a tevê uma linguagem diferenciada para os seriados. Nesta série, não há personagens e situações fixas. A cada episódio, histórias independentes entre si, mostrando os protagonistas cometendo crimes ou envolvendo-se em situações que levam à uma atitude criminosa.

videos-suspenseO próprio Alfred Hitchcock costumava se referir à esta série da seguinte forma: “A televisão devolveu os assassinatos ao lar onde eles pertencem”.

A série sempre inicia-se com o aparecimento da memorável silhueta de Hitchcock, sempre acompanhada da música-tema “Funeral March of a Marionette”, de Charles Gounod.

A série, originalmente batizada de Alfred Hitchcock Presents, teve sete temporadas com 268 episódios de 30 minutos, nas quais, Hitchcock produziu os 68 e dirigiu 17.

Cada episódio é precedido por uma apresentação genial do próprio Hitchcock, aqui transformado em anfitrião. O diretor deslumbra a todos com sua perspicácia e humor negro, fazendo discursos inteligentes e macabros enquanto brinca com cordas, punhais, pistolas e vidros de veneno. Ao final do episódio, “Hitch” aparece novamente para o encerramento.

Geralmente, as histórias pareciam acabar com o mal triunfando sobre o bem, o que naturalmente violava o rígido código de ética da televisão da época. Esta situação, porém, era sempre resolvida após o último comercial, quando Hitchcock retornava e explicava, com seu modo sardônico e sem expressão, para assegurar que o assassino havia se arrependido.

Suspense não somente contou com o impulso fundamental de seu criador, mas também com o suporte de um talentoso grupo de diretores, atores e roteiristas de primeiro nível, como Robert Altman (diretor de “Prêt-à-Porter” e “Assassinato em Gosford Park”), Stuart Rosenberg (diretor do “Horror em Amityville” original), Ida Lupino (atriz e diretora de tevê), Roald Dahl (escritor do livro A Fantástica Fábrica de Chocolates), entre outros. Junte-se ainda a estrelas cintilantes como Cloris Leachman, Charles Bronson, Claude Rains, Lorne Greene, Joanne Woodward, Vera Miles e outros nesta cativante e intrigante série de suspense.

A série serviu de inspiração para a produção do filme “Psicose” (1960), a qual pode ser considerada uma versão cinematográfica de Alfred Hitchcock Apresenta. Os episódios foram adaptações de histórias já publicadas, já que Hitchcock não queria trabalhar com textos escritos especialmente para a tevê. Para tanto, a equipe procurava boas histórias para serem adaptadas, em meio a contos e crônicas. Foi assim que encontraram uma história, onde Hitchcock se apaixonou por uma cena de assassinato em um chuveiro. Ciente de que esta cena seria censurada na tevê, o diretor decidiu produzir a história no cinema, utilizando no filme, inclusive, a mesma equipe técnica de Alfred Hitchcock Apresenta, mesmos cenários e até movimentos de câmera que ele havia explorado em episódios que dirigiu.

Entre 1962 e 1965 (oitava à décima temporada), a série passou para uma hora de duração, sob o título de Alfred Hitchcock Hour. Foram apresentados mais 93 episódios, sendo que Hitch dirigiu apenas um deles.

Em 1985, cinco anos após a morte de Hitchcock, a Universal Pictures produziu um “revival” da série, com o mesmo nome de Alfred Hichcock Presents (no Brasil, Suspense). Manteve as apresentações originais do diretor, mas as colorizou e produziu novos episódios, dirigidos por Steve Jarnatt, e com atuações de estrelas de porte como John Huston, Kim Novak, Steven Bauer, Tippi Hedren e a sua filha Melanie Griffith.

O cineasta inglês Alfred Hitchcock (1899-1980) é considerado o “mestre dos filmes de suspense”, um dos mais conhecidos e populares cineastas de todos os tempos, responsável por mais de 60 filmes.

Share

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *