A Feiticeira

Narrando as aventuras da feiticeira Samantha (Elizabeth Montgomery), e seu marido, o mortal James Stephens (Dick York, nas primeiras seis temporadas e Dick Sargent nas últimas três) a série A Feiticeira, estreou em preto e branco no ano de 1964 nos Estados Unidos e a identificação com o público foi instantânea. Em pouco tempo já estava em segundo lugar na audiência. A série só ganhou cores a partir da terceira temporada.

No Brasil a história desta bruxinha estreou em 1965, e o sucesso também se repetiu.

Com o poder de fazer mágica com uma simples torcida do nariz, a feiticeira Samantha se casa com o mortal James Stephens, um publicitário atrapalhado que se irrita com as magias da mulher e da terrível sogra, a bruxa Endora, que está sempre importunando a vida do casal. Eles têm dois filhos, a esperta bruxinha Tabatha que segue os passos da mãe na magia e Adam, o filho normal. A série é repleta de outros personagens encantadores como Tia Clara, a esquecida babá das crianças, Kravitz, a vizinha bisbilhoteira, Serena, a prima má de Samantha e Larry Tate, o chefe de poucos escrúpulos de James.

Abaixo a abertura da série A Feiticeira.

Share

Compartilhe

2 thoughts on “A Feiticeira

  1. jane marchetti prado cruz

    Gostaria muito de voltar a assistir a feiticeira os três patetas nossa era da miha epóca e meus filhos de 20 e de 18 ja assistiram em canal fechado pago e hoje eu queria que a minha filha soubesse como eram divertidissimos os filmes da minha epóca. me ajudem me informem aonde eu encontro todos esses clássicos dublados em português um abraço

    Reply
  2. sérgio reinaldo rosman

    Vou amar para sempre essa série inesquecível, que é “A Feiticeira”. A linda e encantadora Elizabeth Montgomery jamais sairá de minha recordação. Ela não está mais entre nós, mas se eternizou ao interpretar Samantha (Meu Deus, que bruxinha querida!).
    Graças à Internet podemos rever os episódios encantadores de “A Feiticeira” quando quisermos!
    Infelizmente, os canais de TV (aberta ou por assinatura)não reprisam mais “A Feiticeira” e algumas outras séries inesquecíveis.
    Ainda bem que existe a Internet!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *