Vida Real: Morre a atriz Anne Francis

A atriz americana Anne Francis, estrela de clássicos da década de 50, morreu no dia 02 de janeiro, aos 80 anos, de câncer no pâncreas. Ela estava em uma casa de repouso em Santa Barbara (Califórnia), relatou sua filha, Jane Uemura, ao jornal Los Angeles Times.

Francis foi “descoberta” e contratada pelo chefão da 20th Century-Fox, Darryl F. Zanuck, depois de interpretar uma delinquente juvenil sedutora no filme B “So Young So Bad” (1950), um tipo de personagem que marcaria sua carreira.

Seu primeiro papel importante foi no clássico “Sementes da Violência” (1955), famoso por inaugurar a associação entre rock e rebeldia e estourar “Rock Around the Clock”, de Bill Haley & His Comets, o primeiro rock a tocar no cinema.

Apesar de seu famos visual “bobby socker”, típico das adolescentes dos anos 50, Anne acabou virando musa no contexto de um mundo bem diferente – um outro mundo literalmente – , por seu papel na cultuada sci-fi “Planeta Proibido” (1956), em que usou um pioneiro vestido curto e contracenou com Leslie Nielsen, também recentemente falecido.

Anne trabalhou em mais de 30 filmes, incluindo ainda “Conspiração do Silêncio” (1955), “O Revólver Mercenário” (1957), “Funny Girl – A Garota Genial” (1968) e “De Caniço e Samburá” (1969), atuando ao lado de astros tão diversos quanto Paul Newman, Glen Ford, Barbra Streissand e Jerry Lewis.

Também participou de inúmeras séries clássicas, como Além da Imaginação, O Homem de Virgínia, Os Intocáveis, Rota 66, O Agente da UNCLE, Missão: Impossível, Dallas e estrelou, nos anos 60, a série Honey West, na qual interpretava uma detetive particular. A série marcou época e ganhou até uma versão em quadrinhos. Seu último trabalho foi uma participação na série Without a Trace, em 2004.

Share

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *