Televisão: Tooncast pode encerrar transmissões para o Brasil

A empresa norte-americana Turner Broadcasting System, responsável pela programação e distribuição do canal Tooncast, entrou com um pedido na ANCINE – Agência Nacional do Cinema para que o Tooncast seja dispensado da obrigatoriedade de exibir conteúdo nacional.

De acordo com a nova “Lei da TV Paga”, a partir de setembro todos os canais serão obrigados a incluir produções nacionais em uma faixa de programação.

De acordo com a Turner, a transmissão do Tooncast é única e pan-regional, ou seja, todos os países da América Latina recebem o mesmo sinal. Apenas o idioma é selecionado por cada operadora que o distribui. Com isso, seria muito oneroso à empresa ter de incluir conteúdo brasileiro em uma faixa e ter que dublá-lo ou legendá-lo para que outros países também possam assisti-lo.

Também foi solicitada a consideração de que o canal Tooncast veicula 100% de conteúdo animado clássico, sendo raros os conteúdos brasileiros com este perfil. Por fim, a Turner também declara que “Tooncast é um canal com baixa distribuição e baixa perspectiva de crescimento de sua base”.

Mantida a obrigação de veicular conteúdo brasileiro, a programadora americana revela que “será inviabilizada a continuidade de distribuição do canal Tooncast para o Brasil”.

A Turner Broadcasting System também é proprietária dos canais Cartoon Network, Boomerang, TCM, Space, entre vários outros, mas todos estes possuem um sinal exclusivo para o Brasil.

O público poderá opinar, escrevendo para o e-mail ouvidoria.responde@ancine.gov.br. Em 3 de setembro a ANCINE deve publicar uma resposta ao pedido da Turner.

Tooncast oferece 24 horas de animação, reunindo produções originais dos estúdios Cartoon Network (como O Laboratório de DexterJohnny Bravo e As Meninas Superpoderosas), além de personagens clássicos dos estúdios Hanna-Barbera, Warner Bros., Filmation e MGM (como Os FlinstonesJonny QuestPopeyeRocky & Bullwinkle e He-Man).

O canal estreou em dezembro de 2008 para toda a América Latina e ganhou o estigma de “raro” por sofrer com baixa distribuição nas operadoras de TV paga brasileiras. A SKY, NET e VivoTV, por exemplo, não distribuem o canal. Atualmente, o Tooncast está disponível na Oi TVNossa TVViamaxSCTVClaroTV e GVT.

Uma notícia que corre nos bastidores da TV paga é que as grandes operadoras boicotam o canal em represália à Turner, que em 2008 descaracterizou totalmente a programação do canal Boomerang, criado em 2001 para exibir apenas desenhos clássicos.

Quem sofre com tudo isso é o público que apenas quer rever os desenhos de sua infância/juventude.

Share

Compartilhe

13 thoughts on “Televisão: Tooncast pode encerrar transmissões para o Brasil

    • MARCOS HENRIQUE

      A TURNER TIROU TODOS OS DESENHOS CLÁSSICOS DO CANAL BOOMERANG. TRANSFORMOU O BOOMERANG EM LIXO DA PIOR ESPÉCIE. AGORA, VEIO COM O TOONCAST. SOU ASSINANTE SKY, ADORO OS DESENHOS CLÁSSICOS, MAS ACHO QUE A SKY E A NET ESTÃO CERTAS EM BOICOTAREM O TOONCAST. QUEM GARANTE QUE A TURNER NÃO VAI FAZER A MESMA SACANAGEM DE NOVO? POR QUE MUDARAM A PROGRAMAÇÃO DO BOOMERANG ? ME SINTO ENGANADO PELA TURNER.

      Reply
  1. Gustavo Nunes

    Bravo América latina, bravo…
    Eu pago o maior e mais caro pacote da GVT só para ter este canal, ele sai do ar pelo menos 1x por mês por conta de sinal fraco e ainda pode sair da grade de programação.

    Bravo Brasil pela sua “excelência” em produções nacionais veja a cartoon com a criação do brazuca aos domingos, eu sei que não é a melhor coisa do mundo mas pelo menos o canal se adequou a lei, o tooncast deveria pelo menos tentar.

    Reply
  2. Lázaro Luis Lucas

    Estou muito triste com a possibilidade do Tooncast deixar o Brasil. Sou assinante de tv paga desde de 1995 e só venho assistindo ao empobrecimento do conteúdo veiculado pelos canais em proporção direta aos aumento do número dos mesmos. Só continuo assinante em razão dos vários descontos que fui obtendo com o tempo com o advento dos “combos”. Como fã de cinema e animação assisti muito triste ao fim da HBO Brasil(HBO, HBO2 e Cinemax), dos canais Telecines 1, 2, 3, 4 e 5, do Bravo Brasil (film&arts), do Eurochannel brasileiro, com o maravilhoso programador Duda Leite, do MultiShow, do Locomotion (Animax), do HTV, do Retrô Channel e do, mais que saudoso, Boomerang. Hoje, todos os que ficaram foram se convertendo em algo que, para mim, já não representam nada. Até mesmo o clássico – pelo menos, para nós brasileiros – Cartoon Network, já não é mais 24h de animação, apesar das atuais produções animadas serem bem bacanas. Triste, muito triste.

    Brasília-DF

    Reply
  3. Raphael

    Eu enviei o e-mail abaixo pra Ancine. Por favor, façam o mesmo, se querem o TOONCAST no ar.

    Prezado(a) Sr (a),

    acho louvável a nova lei que determina a obrigatoriedade de conteúdos (programas) nacionais nos canais a cabo. Realmente, a TV a cabo, em sua maioria, só nos apresenta conteúdo internacional, que pouco contribui para a cultura brasileira, no sentido de conscientizar o brasileiro do quão é grande e valiosa a sua cultura, o seu folclore, sua literatura.
    Com exceção de poucos canais, como o Viva, que resgata o melhor da produção televisiva da TV Globo, mostrando grandes nomes da dramaturgia nacional, não se vê brasileiros nas emissoras a cabo.

    Contudo, como uma fã de desenhos clássicos e telespectador assíduo do TOONCAST, não posso deixar de manifestar meu lamento quando tomei conhecimento de que é provável que esse canal não seja mais distribuído no Brasil por conta da nova legislação. A princípio, não haveria como a Turner (dona do TOONCAST) destinar parte de sua grade de programação para produtos nacionais, haja vista que não existe no Brasil nenhum desenho animado que se enquadre nos critérios exigidos pelo canal, isto é, desenhos clássicos dos anos 60 e 70.

    Assim sendo, venho respeitosamente pedir que, em relação ao TOONCAST, seja revista a obrigatoriedade prevista na lei para conteúdos brasileiros. Pois, do contrário, telespectadores como eu ficarão órfãos do melhor canal infantil/clássico que está atualmente no ar. E penso que a intenção da lei não foi nos prejudicar, a nós brasileiros, e sim dar-nos oportunidade de ter também acesso a programas nacionais.

    Enfim, deixem o TOONCAST no ar, por favor.

    Reply
  4. Ademir

    Quando o canal boomerang exibia os desenhos animados que hoje são exibidos pelo canal tooncast, era a minha diversão e de meus filhos, vez que retornava aos anos 60/70. Sou assinante da Sky e ja fiz mil pedidos para que o tooncast entrasse na grade de programaçao, mas sem exito. Agora vem o Senhor Brasil, cheio de imoralidade, impor condiçoes a uma empresa respeitadissima internacionalmente…. Me poupem. Pais tupiniquim é assim mesmo. Se acham. Tooncast, por gentileza nao abandone seus fãs, que neste pais são muitos, e Srs. Responsaveis pela ANCINE, PAREM DE INVENTAR, assim agradecemos. POR FAVOR!!!!!!!!!! RETIREM ESSA EXIGENCIA ESTUPIDA.

    Reply
  5. roger

    QUE PAPO É ESSE? EU PAGO PARA ASSISTIR O QUE DESEJO NA TV POR ASSINATURA. NINGUÉM PODE ME TOLHER ESTE DIREITO COM LEIS SEM NOÇÃO. SE EU QUISER VER NOVELA E MINISSÉRIE EU VOU PRA TV ABERTA. SOU FÃ DOS DESENHOS ANTIGOS E ACHO UM ABSURDO SE ESTE CANAL SAIR DO AR, POR CONTA DE UMA LEGISLAÇÃO QUE ME OBRIGARÁ A ASSISTIR COISAS QUE NÃO DESEJO! E A LIBERDADE DE ESCOLHA? OLHA A CENSURA AÍ, GENTE…..

    Reply
  6. Raphael

    A Ditadora Dilma tem metido a mão em tudo!
    Isso não podia acontecer, e censura impor conteúdo audiovisual aos assinantes de tv paga.
    Dilma, vc nem parece mais aquela guerreira dos tempos de outrora!!!

    Reply
  7. Rodrigo

    O problema é que brasileiro ao invés de criar leis contra corrupção, para punir criminosos que estão soltos dirigindo e fazendo besteira nas ruas, inventa coisas para prejudicar a população. O canal vh1 classic se foi, o infinito também irá, agora, poderá ser o tooncast e outros mais. A única coisa nacional que anda dando audiência é o horário político que parece mais um programa humorístico. Blz, parabéns brasil, tira as músicas dos anos 80, que foram as melhores, doar, tira aqueles desenhos que marcaram e marcam gerações, para colocar filmicos como besouro (até hoje lamento ter perdido tempo por ter visto aquilo), central do brasil (hahhha, foi comparado com a vida bela, que dó), ou canais mostrando a riqueza musical nacional (michel teló, parangolé, eu quero tchu tcha). Querem saber de uma coisa, que acabem com tudo, tira os desenhos do tooncast e põe a Sônia Braga de perna aberta que é a única coisa que consigo lembrar que é da mesma época

    Reply
  8. jackson scaevola

    Lamentavel!!!Pagamos para ter exclusividade e uma programação digna, mais uma vez quero parabenizar o Brasil pela sua democracia imposta por leis e censuras fazendo os brasileiros engolirem uma programação medíocre. Se pagamos para ter uma programação temos o direito de te-las e se quisermos mediocridade entramos nos canais abertos mas uma imposição???Lamento profundamente.Pergunto para que pagamos então????

    Reply
  9. Jair canhoni

    Lamentavel mesmo é gente que parabeniza e elogia este tipo de atitude , gente que deve não gostar de assistir seriados , filmes ou desenhos . Gente que deve gostar de assistir na tv aberta sobre politica , crimes , sensacionalismo e a falta de entreterimento . Tv aberta é tv aberta , tv paga é tv paga . Pago a minha assinatura para poder ter entreterimento , mas aos poucos , até isso querem tirar de nós , impor leis sem nenhum sentido , é realmente lamentavel .

    Reply
    • Thiago

      Eu axo que ja temos próprios canais que ja fazem isso como globo, sbt. band e record vcs tem que obrigar é esses canais não os internacionais isso é uma palhaçada. viu.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *