Cinema: Filme do Pica-Pau será em computação gráfica

Com o sucesso do filme de animação “Os Smurfs”, a onda de adaptar os desenhos começou. Depois de “Manda-Chuva” (2011) e “As Aventuras de Tintim” (2012), em breve teremos “Popeye”.

Em novembro do ano passado foi anunciado que uma nova produção do Pica-Pau está a caminho. Desta vez, será um longa-metragem de cinema, que será produzido pela Universal Pictures em parceria com a Illumination Entertainment.

Esta mesma parceria já rendeu outras animações de cinema como “Meu Malvado Favorito” (2010) e “O Lorax – Em Busca da Trufula Perdida” (2012).

Segundo novas informações divulgadas, o filme do Pica-Pau será uma animação inteiramente feita por computação gráfica, como os outros produtos da Ilumination. Ainda não se sabe de detalhes, mas o roteiro está nas mãos da dupla John Altschuler e Dave Krinsky (de “Escorregando Para a Glória” [2007]).

Já que a Ilumination está atualmente em processo de finalização do projeto “Meu Malvado Favorito 2”, a pré-produção está marcada para começar em 2013, sendo que o mais provável é que o filme do Pica-Pau deva estrear por volta de 2015.

O Pica-Pau marcou a infância de diversas gerações e faz sucesso na televisão brasileira até hoje, onde é frequentemente exibido pela Rede Record. Criado em 1940 pelo desenhista Walt Lantz, o Pica-Pau surgiu como figurante de Andy Panda no curta-metragem de cinema “Knock Knock”. Ganhou um programa próprio na tevê americana NBC, em 1957, intitulado The Woody Woodpecker Show, patrocinado pelos cereais Kellogg’s e produzido pela Universal Studios. Desde então, o desenho se tornou um ícone da cultura pop e fez sucesso entre diversas gerações.

O Pica-Pau foi o mais audacioso e politicamente incorreto personagem de toda história. Numa época em que os desenhos tentavam passar uma mensagem positiva ou educativa, o pássaro quebrou todos os tabus. Os episódios são recheados com alusões ao tabagismo, alcoolismo e sexo. Enquanto outros personagens tentam fazer a coisa certa, o Pica-Pau engana, mente, tripudia, rouba, vinga-se, seduz garotas. Em muitos episódios, procura por comida, mas não importa os meios para isso. Quando quer alguma coisa, nada pode detê-lo.

Mas, ao longo dos anos, sofreu várias mudanças de visual, tornou-se mais simpático, mais calmo e ganhou sobrinhos para dar exemplos.

Em 2008, a Universal Home Video colocou seis DVDs do Pica-Pau à venda no Brasil.

Share

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *